Open Site Navigation

ENQUANTO O ALMOÇO NÃO FICA PRONTO

Quantas coisas acontecem enquanto o almoço não fica pronto? O pai varre o chão, as crianças tomam banho de banheira, a avó faz tranças. O bebê, pirraça. Qual o tempo do “enquanto o almoço não fica pronto”? O bastante para que o pai arrume as camas, as crianças leiam histórias, a avó converse ao telefone, o bebê engatinhe. Ao longe, passa um trem. A música se confunde com risadas, choro de neném, latidos, vozerio. A casa vira um fuzuê. O cheiro de comida preenche o ar. 


 Enquanto o almoço não fica pronto... descreve uma manhã qualquer, que poderia ser na casa de qualquer um de nós — uma casa brasileira, com feijão na panela, samambaia na parede, vira-latas fazendo festa. A casa de uma família negra. Com poesia e argúcia, Sonia Rosa e Bruna Assis Brasil tecem um elogio ao corriqueiro. E transformam uma manhã onde parece que quase nada acontece em uma manhã que é, na verdade, uma aventura pelo universo da ternura e da exuberância que pulsa no espaço doméstico. Aventura tecida no espaço da literatura negro-afetiva, que tem marcado a longa da trajetória de Sonia Rosa pela literatura infantil. 


Com isso, autora e ilustradora valorizam os traços e cores da cultura popular brasileira, enraizada nos lares que, país afora, viram uma festa “enquanto o almoço não fica pronto”. Com seus versos delicados e suas ilustrações vibrantes — que, não à toa, brincam com a ideia de colagens —, este lançamento da Escrita Fina Ediçõesconvida as crianças a olharem com mais atenção para o prazer de uma manhã qualquer, em que se instaura a trama de afetos do dia a dia.